Horta em Casa

O avanço da urbanização proporcionou inúmeras mudanças no meio ambiente e nas cidades. Em média, nos últimos 50 anos, as residências diminuíram 40% de tamanho e os números continuam caindo. As grandes casas, com quintais volumosos e áreas livres, vêm sendo gradativamente substituídas por prédios altos com apartamentos utilitários, em que o único espaço aberto é a varanda. Diante de tantas mudanças, alguns bons hábitos vão ficando pelo caminho, entre eles o cultivo caseiro de alimentos orgânicos, que perde bastante protagonismo diante de organizações urbanas tão compactas.

Imagem: estilo.uol.com.br/casa-e-decoracao

Mesmo assim, se engana quem pensa que é impossível cultivar sua própria horta em casa ou em apartamentos pequenos com pouco espaço livre. Os benefícios dessa prática são fantásticos. Além de servir de incentivo para a inclusão de alimentos saudáveis na alimentação, o cultivo caseiro garante economia na aquisição de produtos inteiramente orgânicos e livres de agrotóxicos, e ainda ajuda a aliviar o estresse da rotina. Reunimos aqui algumas dicas preciosas para você que deseja usar sua varanda ou seu espacinho livre para o cultivo.

  1. A iluminação é muito importante

É imprescindível ficar atento à iluminação do seu espaço. Se a incidência solar for maior, é possível ter uma horta vasta, com legumes e hortaliças. Caso não, o cultivo de ervas e temperos é garantido também. Na hora de escolher um lugarzinho para sua plantação, preze por lugares mais arejados e iluminados!

  1. Uma boa irrigação é essencial
Imagem: Fico Ferragem
Imagem: Fico Ferragem

A maneira como as plantas são irrigadas determina muito a saúde de sua horta. É importante evitar o acúmulo de água nos vasos, por isso usar recipientes com furos é uma ótima alternativa, além de manter atenção na quantidade de água que cada hortaliça necessita. Uma excelente opção para auxiliar no processo é utilizar esguichos que controlam a vazão de água e irrigadores que possuam diferentes tipos de jatos e mantenham uma irrigação constante, a FICO oferece diversas opções de esguichos e irrigadores com estas características.

  1. Não se esqueça do solo

Uma boa adubação vai garantir um solo rico em nutrientes e plantas mais saudáveis. Além da preparação para o plantio, as hortaliças em geral precisam de nova adubação a cada 15 dias. Os compostos orgânicos, como esterco de galinha, são as melhores alternativas para a saúde humana e dos vegetais. Ainda assim, adubos químicos também podem ser utilizados, e são facilmente encontrados em lojas de ferramentas para jardinagem.

  1. O que plantar?
Imagem:decorandoacasaeavida.com

Leve sempre em conta seu espaço disponível. Temperos como manjericão, alecrim e cebolinha podem ser plantados por sementes e têm a colheita em uma média de 3 meses. Couve, brócolis e espinafre podem ser cultivados durante todo o ano, mantendo sempre atenção na qualidade do solo e na irrigação.

É realmente possível começar seu cultivo caseiro, anote as dicas e invista seu tempo livre em qualidade de vida e tranquilidade.

 

Um comentário sobre “Horta em Casa”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *